Loja

ESCRITURAÇÃO FISCAL PARA INICIANTES

CURSO CONFIRMADO

Inscrições Encerradas

PLATAFORMA PRADO EAD

24/09/2020

09 ÁS 18 HS

PLATAFORMA PRADO EAD

Objetivo

Explicar e capacitar os participantes no tocante a escriturações de notas fiscais nas operações com ICMS e IPI, será explicado sobre a substituição tributária, sendo abordado também modelo de Danfes preenchidas para a maioria das operações abordadas, traremos novos campos na NF-e, com finalidade de transmitir conhecimentos sobre as exigências da legislação atual.

Público Alvo

Profissionais que já atuam ou pretendem atuar na área tributária fiscal, como advogados, contadores, auditores, auxiliares, assistentes e analistas de escrita fiscal, além de demais interessados no assunto.

Conteúdo Programático

  • 1 – Aspectos básicos do ICMS
  • – princípios que regem o imposto
  • – não cumulatividade
  • – contribuinte e não contribuinte
  • – fato gerador
  • – base de cálculo
  • – alíquotas do ICMS
  • – limitações tributárias
  • – diferimento, reduções de base de cálculo)
  • – cálculo, apuração e recolhimento
  • – diferencial de alíquotas
  • 2 – ICMS e IPI
  • – ordenamento jurídico e legislação necessária
  • – responsabilidade do recolhimento
  • – alíquotas interestaduais inclusive sobre importados
  • – alíquotas, regras internas e nos Estados de destino
  • – recolhimento em favor do Estado destino
  • – definição de contribuintes
  • – empresas crédito e débito e Simples Nacional
  • – procedimentos a serem adotados pelos contribuintes em vendas e remessas interestaduais
  • – responsabilidade do remetente e do destinatário
  • – forma de Recolhimento do DIFAL
  • – ICMS consumidor final não contribuinte, EC 87 e datas para recolhimento
  • – Fundo de Combate a Pobreza – relação dos Estados pertinentes e cálculo referente ao PR
  • – Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza
  • – reflexos nas informações apresentadas na EFD – ICMS/IPI
  • – Simples Nacional – informações para a DESTDA
  • – ressarcimento do ICMS pago pelo Substituído Tributário em SP e em outra Unidade Federada
  • – Convênio ICMS 93/2015 e Convênio ICMS 152/2015
  • – base de cálculo única e dupla e inscrição no cadastro de contribuintes do ICMS DO PR
  • – Lei Complementar nº 160/17- aplicação da isenção e redução da base de cálculo
  • – Convênio ICMS 190/17
  • – legislação estadual – Paraná
  • – novas regras e prazo para pagamento do imposto em 2020
  • 3 – Aspectos básicos do IPI
  • – conceito
  • – princípios que regem o imposto
  • – estabelecimento industrial e equiparado
  • – incidência e fato gerador
  • – base de cálculo e alíquotas
  • – conceito de industrialização
  • – transformação
  • – beneficiamento
  • – montagem
  • – acondicionamento ou reacondicionamento
  • – renovação ou recondicionamento
  • – cálculo, apuração e recolhimento
  • 4 – Normas gerais de ICMS
  • – manutenção de crédito
  • – vedação de crédito
  • – estorno de crédito
  • – crédito extemporâneo
  • – escrituração fiscal
  • – procedimentos para impostos destacados a maior e a menor
  • – IPI na base de cálculo do ICMS
  • 5 – Nota Fiscal Eletrônica
  • – histórico/legislação aplicada
  • – conceito
  • – obrigatoriedade de emissão
  • – dispensa
  • – obrigatoriedade definida por CNAE
  • – credenciamento para emissão de NF-e
  • – validade do arquivo digital
  • – estrutura de comunicação com o contribuinte
  • – transmissão do arquivo digital
  • – recibo de recepção
  • – resultado da análise
  • – concessão, rejeição, denegação
  • – eventos da NF-e
  • – documento auxiliar da NF-e – DANFE
  • – guarda e verificação da NF-e
  • – impossibilidade de envio ou recebimento da autorização de uso da NF-e
  • – cancelamento da NF-e
  • – inutilização de número da NF-e
  • – consulta à NF-e
  • – confirmação de recebimento pelo destinatário da NF-e
  • – compartilhamento de informações
  • – recebimento do documento pelo destinatário
  • – outras obrigações acessórias
  • 6 – Novidades da nova versão
  • – obrigatoriedade de identificação do transportador na venda de combustível
  • – validação opcional por UF sobre a obrigatoriedade de informação da nota de empenho na venda a órgão público com desoneração de ICMS
  • – novo campo FCI e adequação de regras da NF-e para atender a resolução senado n° 13/2012
  • – identificação da Nota Fiscal de venda presencial no varejo (NFC-e)
  • – acrescentado o campo hora de emissão no campo de data de emissão
  • – identificação de operação interna, interestadual ou com exterior
  • – acrescentada a finalidade de emissão da NF-e: devolução de mercadoria
  • – indicação de operação com consumidor final, indicação de atendimento presencial
  • – autoriza acesso ao XML, além do destinatário e emitente
  • – detalhamento do NCM: NVE – nomenclatura de valor aduaneiro e estatística
  • – controle de importação/exportação por item
  • – incluído campo para identificar o percentual de mistura de GLP
  • – novo grupo de informações específico para controle das operações com papel imune
  • – incluído campo opcional para informar o valor do ICMS e do ICMS-ST desonerado e o motivo da desoneração
  • – alterado o nome do campo do valor do ICMS para os casos de imunidade, não incidência ou desoneração
  • – incluídos novos campos opcionais para o controle e a orientação no cálculo do valor do ICMS
  • – incluído campo opcional para informar o valor do ICMS desonerado e o motivo da desoneração
  • – redução da base de cálculo e cobrança do ICMS por ST
  • – incluído um novo grupo para que as empresas possam informar o valor do IPI devolvido
  • – mudança no compartilhamento de informações entre as SEFAZ
  • – descrição do processamento
  • – validação da área de dados
  • – denegação interna e interestadual em virtude da situação cadastral do destinatário da NF-e
  • – contingências – indisponibilidade do contribuinte ou do fisco
  • 7 – Ficha de conteúdo de importação
  • – operações interestaduais relativos a bens e mercadorias importados do exterior
  • – quando não se aplica a alíquota de 4%
  • – informações do FCI na NF-e
  • 8 – Simples Nacional
  • – microempresa e empresa de pequeno porte
  • – tributos abrangidos pelo simples nacional
  • – principais características do Simples Nacional
  • – funcionalidade das tabelas de enquadramento tributário
  • – atividades permitidas
  • – empresas com mais de uma atividade
  • – cálculo e apuração do Simples Nacional (DAS)
  • – período de apuração e os últimos doze meses
  • – sublimites da receita bruta
  • – determinação das alíquotas
  • – procedimentos com notas fiscais eletrônicas: devoluções e transferências de créditos fiscais
  • – exemplificação de cálculos: ME e EPP
  • – obrigações acessórias
  • – exclusão do simples
  • – parcelamento de dívidas das empresas simples nacional
  • 9 – Substituição Tributária
  • – conceito de contribuinte substituto e substituído
  • – fato gerador normal e fato gerador presumido
  • – operações interestaduais
  • – Inscrição Estadual de substituto tributário no Estado de destino
  • – recolhimento do ICMS-ST através de GNRE a cada nota fiscal
  • – obrigações do contribuinte e fiscalização
  • – inaplicabilidade do regime de Substituição Tributária
  • – base de cálculo da Substituição Tributária
  • – base de cálculo fixada por autoridade competente (preço fixo)
  • – inexistência do preço final ao consumidor (IVA-ST)
  • – preço final ao consumidor sugerido pelo fabricante ou importador
  • – cálculo do ICMS da Substituição Tributária
  • – mercadorias sujeitas ao regime de Substituição Tributária
  • – recolhimento do ICMS sobre estoques
  • – cálculo do imposto devido
  • – recolhimento do ICMS dos estoques
  • – compensação de eventual saldo credor
  • – escrituração dos valores correspondentes às parcelas efetivamente recolhidas
  • – emissão e escrituração na saída subsequente
  • – emissão de documentos fiscais pelo contribuinte substituto
  • – escrituração fiscal
  • – devolução recebida – crédito e escrituração
  • – Nota Fiscal emitida por contribuinte substituto – RPA
  • – Nota Fiscal emitida por contribuinte substituto – Simples Nacional
  • – escrituração fiscal do contribuinte substituto
  • – emissão de documentos fiscais pelo contribuinte substituído
  • – escrituração fiscal do contribuinte substituído
  • – aquisições de outro estado – recolhimento antecipado
  • – IVA-ST ajustado
  • – cálculo do imposto devido
  • – preço final a consumidor fixado
  • – índice de valor adicionado setorial
  • – aquisição de outro estado de empresa optante pelo Simples Nacional
  • – não aplicabilidade da antecipação tributária
  • – recolhimento
  • – recolhimento do ICMS sobre estoques
  • – cálculo do imposto devido
  • – recolhimento do ICMS sobre estoques
  • – compensação de eventual saldo credor
  • – escrituração dos valores correspondentes às parcelas efetivamente recolhidas
  • – emissão e escrituração na saída subsequente
  • – diferencial de alíquotas
  • – ressarcimento e complemento do imposto retido
  • – Convênio ICMS 142/18
  • – regra sobre nos conformes
  • – novas regras para autuações e cobrança do ICMS
  • – substituição tributária produtos revogados e inseridos por Portaria
  • 10 – Obrigações acessórias – modelos de notas fiscais
  • – escrituração e obrigação do emitente e do destinatário da NF-e
  • – carta de correção eletrônica CC-e
  • – composição da nota fiscal com incidências dos tributos
  • – manifestação do destinatário
  • 11 – Código Fiscal de Operações e Prestações (CFOP) e CEST para Importados, Nacional e Simples
  • 12 – Aspectos gerais da escrituração fiscal digital
  • – SPED fiscal
  • – data de entrega
  • 13 – Operações fiscais com ICMS e IPI
  • -IMUNIDADE
  • -ISENÇÃO
  • -NÃO INCIDÊNCIA
  • -SUSPENSÃO
  • – conceito, não cumprimento da legislação e recolhimento
  • – amostra grátis x teste
  • – armazém geral x depósito fechado
  • – brindes x bonificação
  • – cesta básica, redução com substituição tributária
  • -redução para alimentícios  e produtos usados
  • – comodato x mútuo e empréstimo
  • – conserto x industrialização
  • – demonstração x amostra grátis
  • -diferimento de sucata
  • – devolução de mercadorias
  • – doação para RPA e Simples
  • – exposição em feira
  • – imobilizado venda e crédito
  • – industrialização x triangulação
  • -leasing
  • – remessa e retorno
  • – mudança de endereço no PR
  • – sucata, diferimento, crédito e CFOP
  • – venda a ordem e transferência a ordem
  • – remessas de vasilhames e sacarias
  • – transferências para RPA e Simples Nacional
  • -Zona Franca de Manaus x Área de livre comércio

Sobre o facilitador

ADRIANA LEMOS

- Formada em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Anhanguera
- Pós-graduada em Direito Empresarial pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU)
- Pós-graduação em Direito Tributário pela Faculdade Verbo Jurídico
-Trabalha como Instrutora em cursos fiscais pela Cenofisco e Sindcont -SP
- Trabalhou como consultora Cenofisco
-Trabalhou como consultora IOB/SAGE
-Trabalhou na advocacia Amaral Associados
-Trabalhou no SETCESP- Sindicato das empresas de Transporte de Cargas do estado de São Paulo
- Trabalhou na ABTF - Associação Brasileira de Transportes Frigoríficos
- Ministra treinamentos em impostos indiretos para Brasil.
-15 anos de experiência como consultora e 10 anos como Instrutora fiscal

Investimento

INVESTIMENTO:

ASSOCIADOS CRC MT – R$ 187,00 (Desconto exclusivo para profissionais contábeis registrados no CRC MT)

ASSOCIADOS CRC MA – R$ 187,00 (Desconto exclusivo para profissionais contábeis registrados no CRC MA)

ASSOCIADOS PARCEIROS – R$ 225,00 (Desconto exclusivo para profissionais filiados/associados aos parceiros)

DEMAIS INTERESSADOS – R$ 250,00

INSCRIÇÃO ATÉ 250/09

Para participar do curso, basta fazer a inscrição e realizar o pagamento através de boleto, ou cartão de crédito.

Após a baixa do pagamento do boleto até o dia anterior ao curso, você receberá no e-mail cadastrado as informações de acesso ao curso.

Informações

CURSO AO VIVO

O curso será on line ao vivo, com transmissão em tempo real, na data e horário marcado.

PARA O ACOMPANHAMENTO DO CURSO

Orientamos que no dia do curso o participante escolha um lugar com bom sinal de internet (preferencialmente via cabo) e silencioso para que possa participar sem interrupções. Ao iniciar o curso os microfones serão fechados, ficando abertos apenas a câmera e microfone do professor.

A sala de aula virtual estará aberta meia hora antes do horário agendado para que o participante possa entrar para conhecer o sistema. Não esquecer de habilitar o áudio quando solicitado para ter acesso ao som do curso.

Na metade do curso, ou de acordo com a apresentação do tema pelo professor, faremos um intervalo de 10 minutos.

Atenção: Será permitido apenas um cadastro e acesso na sala virtual por participante inscrito e pago. Caso seja constatado o compartilhamento do acesso ao curso o participante poderá ser retirado da sala virtual.

CHAT

No curso o professor irá abordar o tema conforme o conteúdo programático, fazendo aberturas para perguntas. O participante poderá registrar sua dúvida no chat onde será lida pelo professor e respondida na sequência ou ao final do curso.

MATERIAL

A apostila e os slides (quando liberados pelo professor) estarão disponíveis na plataforma com 24 horas de antecedência para que o aluno possa baixar.

TROCA DE PARTICIPANTE

Caso o aluno não possa participar no dia, ele poderá indicar outra pessoa, desde que seja informado pelo e-mail [email protected] até antes de iniciar o curso.

REPLAY

O participante que não conseguir assistir o curso on line ao vivo na data e horário da transmissão, poderá solicitar o acesso ao vídeo da aula  pelo e-mail [email protected], informando o seu nome completo,  o vídeo com a aula gravada ficara disponível para o acesso por um período de 07 (sete)  dias após a data da realização curso , limitado a dois acessos neste período pelo participante.

CERTIFICADO

O conhecimento adquirido pelo aluno no curso será avaliado através da frequência de no mínimo 75% da aula ao vivo.

Somente será emitido o certificado para o participante informado no processo de inscrição e identificado no chat na sala de aula ao vivo (colocar o nome completo quando solicitado pelo professor).

POLÍTICA DE CANCELAMENTO OU PRORROGAÇÃO DA DATA DOS CURSOS

A PRADO reserva-se no direito de cancelar ou alterar as datas da realização dos cursos caso não ocorra a formação mínima de turma.

Essa comunicação ocorrerá no prazo de até 24hs de antecedência da data agendada para a realização do curso, através dos e-mails cadastrados no momento da inscrição.

MAIORES INFORMAÇÕES

[email protected]

(41) 3387-5175   Whats 41 98733-5345

WhatsApp chat